segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Depois das Eleições...



Avisa ao formigueiro
Vem aí tamanduá
Pra começo de conversa, tão com grana e pouca pressa
Nego quebra a dentadura mas não larga a rapadura
Nego mama e se arruma, se vicia e se acostuma
E hoje em dia está difícil de acabar com esse ofício
Avisa ao formigueiro
Vem aí tamanduá
Repinique e xique-xique, tanta caixa com repique
Pra entupir nossos ouvidos, pra cobrir nossos gemidos
Quando acabar o batuque aparece outro truque
Aparece outro milagre do jeito que a gente sabe
Avisa ao formigueiro
Vem aí tamanduá
Tanto furo, tanto rombo não se tapa com biombo
Não se esconde o diabo deixando de fora o rabo
E pro “home” não ta fácil de arrumar tanto disfarce
De arrumar tanto remendo se ta todo mundo vendo
Avisa ao formigueiro
Vem aí tamanduá

Acorda povo brasileiro!!!

6 comentários:

  1. E Vamos esperar que as formigas saibam se defender,rssr... abraços, linda semana,chica

    ResponderExcluir
  2. Tá difícil do povo brasileiro acordar, ele está igual ao Brasil: "Deitado eternamente em berço esplêndido..."
    Abração

    ResponderExcluir
  3. O 'Verde' de Marina nos deu a segunda chance de repensar o pleito.
    Prossigamos...
    Abraços,amigo!

    ResponderExcluir
  4. Tomara que nao venha mais rombo rsrs
    agora é esperar pra ver o que os eleitores de Marina vao decidir !
    grande abraço

    ResponderExcluir
  5. Das opções que temos aí no segundo turno, não dá pra ficar muito eufórico seja lá qual for o resultado... Eu já optei por votar no Senhor Nulo, assim eu e minha consciência ficaremos tranquilas.

    Beijocas, menino da madrugada.
    Rsrs...

    ResponderExcluir
  6. Dá o que pensar, mas eu diria que estamos mais para as formigas, porém em vez de moramos num único formigueiro, moramos cada um seu próprio formigueiro (mesmo que as paredes que dividem o vizinho seja de "papelão").

    Fique com Deus, menino Uelton.
    Um abraço.

    ResponderExcluir